Rondonópolis ocupa no ranking estadual a nona posição no quesito melhor cidade para se viver, já no Brasil ela ficou em 407º lugar. A informação é da edição 2012 do Índice Firjan de Desenvolvimento Municipal (IFDM) divulgado pelo Sistema Firjan neste final de semana e que toma como base os dados referentes ao ano de 2010.

Na série histórica, iniciada em 2000, esta é uma das posições mais alta que Rondonópolis já alcançou, perdendo apenas para 2008 quando alcançou 8ª posição. O índice mais baixo foi registrado em 2005 com o 15º lugar e em 2006 chegou a cair para a 27ª posição no Estado.

O IFDM analisa três áreas de desenvolvimento dos municípios: educação, saúde e emprego e renda. Para o item emprego e renda são analisados geração de emprego formal, estoque de emprego formal e salários médios do emprego formal. Na educação, a análise inclui taxa de matrícula na educação infantil, taxa de abandono, taxa de distorção idade-série, percentual de docentes com ensino superior, média de horas aulas diárias e resultado do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb). Na saúde, são avaliados os números de pré-natal, mortes por causas mal definidas e óbitos infantis.

Leia também:  Empregador doméstico tem até esta segunda para pagar eSocial

O índice é feito anualmente e acompanha a evolução socioeconômica dos 5.565 municípios brasileiros variando de 0 (mínimo) a 1 ponto (máximo) para classificar o nível de cada localidade em quatro categorias: baixo (de 0 a 0,4), regular (0,4001 a 0,6), moderado (de 0,6001 a 0,8) e alto (0,8001 a 1) desenvolvimento.

Rondonópolis ficou com 0,7891 no índice geral de 2010, contra os 0,7674 registrados em 2009, um aumento de aproximadamente 2,8%. Na série histórica, o índice atual é o maior registrado e marca um crescimento de 23,5% no total, desde o primeiro ano da pesquisa, quando ficou com 0,6387. Entre os índices analisados, o que mais se destacou foi à saúde, com 0,8793, número 1,08% maior que o registrado em 2009 (0,8764). A pesquisa classificou a área como de alto desenvolvimento no munícipio.

Leia também:  Marketing de B.A.T.O.M lota auditório e alerta mulheres empresárias

Em segundo lugar aparece a Educação, com 0,7848 e por último, ficou emprego e renda (0,7034).

 

RANKING ESTADUAL

Sorriso é melhor cidade para se viver em Mato Grosso com o índice geral de 0,8453. Os itens de todas as áreas foram avaliados como Firjan como de alto desenvolvimento, com destaque para a Saúde que alcançou o índice de 0,8893. Na segunda posição ficou Primavera do Leste, seguido por Lucas do Rio Verde, Cuiabá e Alto Taquari.

Fonte: FIRJAN
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.