Foto: Internet

Fisgadas, câimbras e fraqueza ao levantar qualquer objeto são os principais sintomas da tendinite, uma inflamação do tendão que pode acometer regiões do corpo como calcanhares, cotovelos, joelhos, ombros ou pulsos. Segundo o ortopedista Luiz Alberto Nakao Iha, da clínica paulista Healthme, a tendinite pode ser o resultado do uso excessivo dos tendões e dos músculos.

— A tendinite surge quando ocorre um desequilíbrio na força muscular. Realizar movimentos de forma errada ou levantar pesos além da sua capacidade são as causas mais frequentes — conta o médico.

:: Fatores de risco

As profissões mais afetadas pelas tendinites de ombro são aquelas em que o indivíduo executa atividades com o braço acima da cabeça como professores, trabalhadores braçais, pintores e esportistas que realizam movimentos de arremesso.

Leia também:  Conheça 8 tipos de sal e aprenda a usá-los

Outro fator de risco é a perda de massa muscular e elasticidade dos tecidos com a idade. Por isso que pessoas acima dos 60 anos tendem a apresentar mais problemas do tipo.

:: Como saber se a dor no ombro é tendinite?

Quem apresenta tendinite no ombro pode sentir dor durante a movimentação da articulação —  ao levantar o braço acima da cabeça ou durante a prática de algum esporte. A dor geralmente ocorre na parte superior do ombro, mas também pode aparecer atrás da articulação.

:: Tratamento

Pode ser feito inicialmente com compressas de gelo (três ou quatro vezes ao dia). Além disso, medicamentos também podem ser utilizados para controle da inflamação e alívio da dor.

Leia também:  Quando a mente sofre, o AVC fica à espreita

Já as sessões de fisioterapia irão ajudar a manter ou recuperar o movimento e a força do membro afetado. Com relação aos exercícios físicos, devem ser moderados e não devem causar dor até a recuperação total do tendão lesionado. A prática de alongamentos e de fortalecimento muscular ajuda a prevenir novas lesões.

:: Livre-se da dor no ombro

É preciso manter cuidado ao realizar movimentos repetitivos. Eles exigem pausas prolongadas, ou seja, é importante parar e alongar para não forçar os tendões e os músculos.

Outra dica importante é beber muito líquido, pois ajuda a preservar as articulações. O ortopedista explica quais os movimentos certos para prevenir a tendinite.

— Com os braços soltos faça movimentos circulares para soltar a musculatura e aliviar os tendões nessa área. Depois leve o braço esquerdo em direção ao direito e com a mão direita pressione levemente o braço até que consiga sentir a musculatura se esticando. Repita esses movimentos três vezes ao dia — recomenda o médico.

Leia também:  Qual preparo de café você mais consome no dia a dia?
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.