Os vereadores Olimpio Alvis (PR), Adonias Fernandes (PMDB), Cido Silva (PP) e Reginaldo Santos (PPS) se reuniram na tarde desta quinta-feira (27), com produtores rurais que moram as margens da MT-130, para discutir a aprovação da emenda que isenta da tarifa de pedágio de todos aqueles que residem e promovem atividade profissional/econômica até 30 quilômetros das praças de pedágio, atingindo a MT-130 (Rondonópolis/Primavera do Leste). A emenda é de autoria dos deputados Sebastião Rezende e Hermínio J. Barreto, ambos do PR.

O objetivo da reunião, de acordo com vereador Olimpio, foi manter informado os sitiantes e profissionais da região sobre os avanços das negociações a respeito da isenção da tarifa, contudo, o vereador observou que a alteração depende da sanção do governador Silval Barbosa (PMDB) para ser válida.

Leia também:  Câmara decide se Jacob preso desde junho continuará recebendo auxílio-moradia

Diante da possibilidade do governador vetar a emenda, os legisladores se comprometeram com os produtores e profissionais a iniciar discussões junto aos deputados na Assembleia Legislativa para que o veto seja derrubado e a isenção do imposto tenha validade. Durante o diálogo, a comissão sugeriu que, em caso de veto, no dia da votação do mesmo no Poder Legislativo Estadual, um grupo composto por vereadores e sitiantes participem da sessão com os deputados, no intuito de mostrar as dificuldades dos moradores e assim tentar uma resposta positiva.

Caso o governador vete a emenda dos deputados, a proposta deve retornar para a Assembleia Legislativa no dia 05 de fevereiro, em razão do recesso parlamentar.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.