Tite cumprimenta Emerson após a substituição do atacante (Foto: Marcos Ribolli )

Apesar de todo o sufoco sofrido no segundo tempo, o técnico Tite gostou da atuação do Corinthians na vitória por 1 a 0 sobre o Al Ahly, do Egito, nesta quarta-feira, no Toyota Stadium, pela semifinal do Mundial de Clubes. O treinador elogiou a atuação da equipe na etapa inicial e disse que o peso da estreia atrapalhou o Timão na parte final do jogo.

“Fizemos um grande primeiro tempo, fomos muito superiores, botamos volume, tivemos finalização de média distância. Se colocarmos na balança, vamos ver que merecemos (a classificação) – afirmou”.

Tite destacou a melhora da equipe egípcia no segundo tempo com a entrada do veterano Aboutrika, ídolo do futebol no país. O atual campeão africano cresceu de produção, chegou a encurralar os brasileiros no campo defensivo em alguns momentos, mas não soube aproveitar as oportunidades criadas.

Leia também:  Colorado perde e precisa reverter diferença de dois gols

– Eles começaram a ter mais posse de bola. É um time experiente, que sabe jogar bem dentro e fora de casa, com muita triangulação. Nós voltamos para o segundo tempo para fazer o segundo gol e definir o placar, mas o adversário tem boa qualidade técnica – destacou.

O comandante acredita que pesou contra o Corinthians o histórico de semifinais apertadas no Mundial. Nos últimos anos, São Paulo, Internacional e Santos enfrentaram problemas para vencer o primeiro confronto e avançar à decisão do torneio.

– É um jogo que tem um caráter de responsabilidade maior em cima do Corinthians. Os resultados de outras equipes no Mundial mostram quem é assim. O emocional foi muito forte. Foi a pressão psicológica.

Leia também:  Acontece nesse final de semana 1º Torneio de Férias de Vôlei no Ginásio Municipal de Jaciara
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.