O secretariado de Percival Muniz (PPS) está quase todo definido. Até o momento foram anunciados pelo prefeito diplomado 11 nomes e outras três pastas estão indefinidas.

A Secretaria de Educação ficou com a primeira dama, Ana Carla Muniz (PPS) e a Secretaria de Ação Social estará sob o comando de Marília Salles (PSDB). O Meio Ambiente, Sanear e Trânsito ficou por conta de Lindomar Alves (PV), Themis de Oliveira e Argemiro José Ferreira, respectivamente.

Jamílio Adozino responderá pela pasta de Receita e Finanças, Ednaldo de Carvalho Aguiar assumirá a Procuradoria. O vereador eleito Fábio Cardozo (PPS) irá assumir a Infraestrutura, mas ele será na verdade um ‘super secretário’ com mais ‘poderes’ do que os outros.

Leia também:  Primavera do Leste | Empresários se revoltam com possíveis mudanças na Lei do Distrito Industrial

A Secretaria de Planejamento ficará sob o comando do ex-secretário de Saúde, Valdecir Feltrin (PMDB). Três ainda brigão pela pasta de Desenvolvimento Econômico que são Élio Rasia, José Orsi e Amilton Sheffer.

O setor de Habitação ficará nas mãos do vice-presidente regional do PSC, Ildo Rodrigues e a Saúde será de responsabilidade da enfermeira Cida Favaretto. O escritório em Brasília continua nas mãos de Tonho do Menino Velho.

As Secretárias de Governo, Administração e Esporte ainda estão indefinidas. Segundo informações o secretário de Administração deve vir de fora de Rondonópolis. A de Esporte pode ser comandada por Juca Lemos (PT). A direção do Pronto Atendimento (PA) apesar de não ser uma Secretaria tem as mesmas funções, mas ainda não foi divulgado nomes para o cargo.

Leia também:  Governador emite nota após declarações de Malouf

 

 

 


 

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.