Pelo menos 26 pessoas morreram desde o fim de dezembro no norte do México por motivos relacionados às baixas temperaturas na atual temporada de frio, informou nesta sexta-feira a Secretaria de Saúde do Governo.

A maioria das mortes aconteceu no estado de Chihuahua, onde faleceram 16 pessoas. Delas, oito morreram por hipotermia, seis por intoxicação com monóxido de carbono e duas por queimaduras.

“Em alguns locais, as pessoas fecham tudo, janelas e portas, e pegam no sono. É quando acontece a intoxicação”, explicou à Agência Efe Carlos González, porta-voz da Procuradoria de Chihuahua.

Algumas zonas da serra chegaram a marcar 17 graus negativos, mas as temperaturas mais baixas foram registradas no estado de Durango, onde na comunidade de La Rosilla, município de Guanaceví, os termômetros marcaram 20,5 graus abaixo de zero.

Leia também:  Rebelião em presídio deixa dezenas de feridos e mortos no México

Nesse estado morreu uma pessoa, da mesma forma que em Coahuila, Tamaulipas, Baixa Califórnia e Zacatecas, todos no norte do país. Na mesma região, o estado de Sonora contou cinco mortos por intoxicação.

Segundo a previsão do Serviço Meteorológico Nacional, persistirá nos próximos dias o frio na maior parte do México e haverá ainda chuvas na Península de Iucatã e no leste do país.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.