Após mais de dois em greve, os médicos da rede pública municipal de Cuiabá devem retornar ao trabalho nesta quarta-feira (2). O fim da paralisação ficou definido após negociação com o novo prefeito, Mauro Mendes (PSB), empossado no cargo nesta terça-feira (1º). Segundo a diretoria dos Sindicatos dos Médicos de Mato Grosso (Sindimed), o prefeito teria se comprometido com a melhoria nas condições de trabalho.

Conforme o Sindimed, se o acordo firmado com o novo prefeito não for cumprido em 30 dias, será avaliada a possibilidade de retomar a greve. A entidade informou ainda que duas comissões serão formadas. Uma delas para agilizar a realização de exames parados na Central de Regulação e outra para elaborar um edital de concurso para contratação de novos médicos.

Leia também:  Grampos Clandestinos | Chefe e adjunto da Casa Militar e dois PMs são presos em MT

A categoria entrou em greve em outubro do ano passado. Apenas o atendimento nos serviços públicos de urgência não foram prejudicados. Além de melhorias nas condições de trabalho, os médicos cobram segurança nas unidades de saúde, pagamento de benefícios que está atrasado há três meses e a realização de mutirões para diminuir a sobrecarga dos atendimentos nas unidades.

Eles também são contrários à implantação das Organizações Sociais da Saúde na gestão das unidades públicas. A categoria disse que uma decisão judicial proferida há quase quatro meses determinou o cumprimento de todas as reivindicações. No entanto, nada foi colocado em prática.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.