carro bombaAo menos 17 pessoas morreram nesta terça-feira (22) e outras dezenas ficaram feridas em vários atentados com carro-bomba em Bagdá e em seus arredores, informaram fontes de segurança e médicas.

Seis pessoas morreram na explosão de um carro-bomba perto da base do Exército na cidade de Taji, norte de Bagdá. Ao sul da capital, na cidade de Mahmudiya, cinco pessoas morreram. Um terceiro veículo explodiu perto de um mercado no bairro de maioria xiita de Shula, também no norte da capital, causando cinco mortos. Na província de Diyala (centro), um miliciano anti-al-Qaeda morreu em ataques de bomba.

Mahmudiyah
Este é o primeiro atentado na região após quatro dias de relativa calma e que se seguiu aos ataques dos dias 15 e 17 de janeiro reivindicados pelo braço iraquiano da Al-Qaeda. Nos atentados de 15 e 17 de janeiro, morreram ao menos 88 pessoas.

Leia também:  Grupo armado invade canal de televisão e deixa mortos e feridos no Afeganistão

Mahmudiyah se situa em uma região marcada por várias tendências religiosas, conhecida como o “Triângulo da Morte”.

Nessa região ocorreram os atentados mais violentos lançados pelos insurgentes contra a invasão americana em 2003.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.