As altas temperaturas podem causar alguns sintomas circulatórios e provocar sensação de peso nas pernas, inchaços ou formigamento. Tais incômodos normalmente são acometidos em pessoas que trabalham muito tempo sentadas ou ficam em pé na mesma posição. Por isso, ao sentir algum desses sintomas, é importante manter-se em alerta e buscar orientação médica para saber se é um sintoma decorrente do calor ou indica algum problema grave na circulação.

De acordo com o angiologista e especialista em cirurgia vascular periférica e tratamento a laser Ary Elwing, o aumento da temperatura faz com que o cansaço nas pernas aumente.

“Geralmente quando o corpo é exposto à temperatura elevada, as veias se dilatam, podendo provocar formigamentos, inchaços e dores nas pernas e nos pés, o paciente deve tomar algumas medidas preventivas, sendo que a melhor prevenção é procurar o Angiologista para diagnosticar e tratar corretamente cada caso” — alerta.

Leia também:  Durante tratamento mães com doenças infecciosas podem manter amamentação

As viagens longas e o sono reduzido podem comprometer o descanso das pernas e dos pés e, consequentemente, causar inchaços.

“Isso acontece porque o sistema linfático e o venoso não estão funcionando da maneira correta. No verão, a pressão arterial fica mais baixa e o consumo de sal contribui para o organismo reter líquido e provocar inchaço” — completa.

O calor, o peso e demais fatores como predisposição genética, sedentarismo, uso de pílula anticoncepcional e reposição hormonal e até uso de salto alto podem agravar ainda mais as essas manifestações no verão.

O perigo do salto alto e das rasteirinhas

No verão, muitas mulheres abusam dos saltos altos em festas e das rasteirinhas no dia-a-dia porque são mais confortáveis. Usar salto exagerado, acima de sete centímetros ou uma sandália muito baixa, compromete o músculo da panturrilha fazendo com que a pessoa se locomova sem contraí-lo.

Leia também:  Mães com insônia afetam a qualidade do sono de filhos pequenos

— Se ele não é contraído, a circulação venosa é comprometida e surgem dores — ressalta Elwing.

O recomendado é apostar em saltos médios de 3 a 4 cm. E quando for usar salto alto, não ficar longos períodos com o calçado.

Para avaliar se o inchaço e a sensação de peso nas pernas e nos pés não passam de uma doença de verão, o ideal é sempre procurar seu médico , pois algumas medidas orientadas por leigos pode piorar o quadro em vez de ajudar.

Alivie as dores vasculares

O angiologista Ary Elwing elaborou alguns truques para driblar os incômodos no verão, confira:

:: Viagens longas

Use meias elásticas que podem auxiliar no controle do inchaço, mas lembre-se que ela deve ser prescritas por um médico.

Leia também:  Novo teste pode ajudar a descobrir se bebê será prematuro

:: Movimente-se

Faça exercícios físicos que envolvam a musculatura da panturrilha (batata da perna) e pratique treinos específicos para o fortalecimento dessa região, pelo menos, três vezes por semana. O exercício pode contribuir para o bom funcionamento da circulação.

:: Eleve as pernas

Com o intuito de que os pés fiquem mais altos do que a região inguinal (das virilhas), eleve as pernas por uns 15 minutos, diariamente. Isso ajuda no retorno venoso do sangue e dá alívio às sensações.

::Boca fechada

Controle o excesso de peso, pois o sobrepeso sobrecarrega o sistema venoso.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.