DESABAMENTOPelo menos quatro pessoas morreram, 28 ficaram feridas e 11 continuam desaparecidas após o desabamento de um edifício na cidade de Kisumu, no oeste do Quênia.

A Cruz Vermelha do Quênia informou nesta quinta-feira (17) que a operação de resgate continua em busca de sobreviventes entre os escombros do edifício em construção que ruiu na véspera por volta das 17h30 locais.

A sobrevivente Lillian Wanjala explicou que os trabalhadores haviam terminado sua jornada quando o acidente ocorreu, segundo um jornal local.

“Tínhamos concluído o dia de trabalho e íamos buscar nossos supervisores para que nos pagassem. Eu estava na porta quando senti que o edifício tremia e, antes que pudesse fazer alguma coisa, uma parte do meu corpo ficou enterrada sob os escombros”, contou Wanjala.

Leia também:  Tempestade Harvey acalma e deixa grandes estragos e mais de 1 milhão de pessoas desabrigadas

“O desabamento aconteceu quando eu estava perto do edifício. Estava falando com o vigilante quando ouvimos um forte barulho. Pensamos que era uma bomba, mas, quando olhei, vi que era o edifício que tinha ruído”, disse uma testemunha à emissora local “Capital FM’.

O edifício que desabou tinha cinco andares e ficava na central e movimentada Avenida Jomo Kenyatta, em Kisumu.

As autoridades suspeitam que a construção não seguia as normas de segurança.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.