Para marcar o início da gestão de Fernando Haddad (PT) na Prefeitura de São Paulo, a presidente Dilma Rousseff anuncia hoje parcerias em série na cidade, com entrega de obras e materiais.

A administração do novo prefeito, ex-ministro de Lula e Dilma, é vista como fundamental para o plano do PT de conquistar o governo de São Paulo em 2014. A administração estadual é comandada desde 1995 pelo PSDB.

Na tarde de hoje, em Itaquera (zona leste), Dilma vai inaugurar 300 apartamentos do programa Minha Casa Minha Vida, entregar 84 ambulâncias e receber de Haddad terrenos para a construção de uma universidade e um instituto federal.

As unidades habitacionais foram contratadas em 2010; e as novas ambulâncias irão substituir veículos obsoletos. A instalação da universidade na zona leste era uma promessa de campanha de Haddad.

Leia também:  Sebastião Rezende busca dar celeridade em construção do Ganha Tempo

Numa demonstração de que pretende agir para colocar o petista na vitrine, representantes do Planalto fizeram uma reunião ontem com a imprensa para anunciar, na sede da prefeitura, o cronograma dos eventos de hoje.

Esse tipo de briefing normalmente só é feito antes das viagens presidenciais ao exterior. Participaram representantes de três ministérios, um secretário municipal e uma secretária do governador Geraldo Alckmin (PSDB).

Dilma também irá hoje ao Palácio dos Bandeirantes, onde, ao lado de Alckmin, lançará o projeto de um centro de treinamento paraolímpico na capital. Antes dos compromissos oficiais, ela deverá se encontrar com o ex-presidente Lula.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.