Foto: assessoria

Moradores e comerciantes vizinhos ao Ecoponto da Avenida Goiânia, no Jardim América, já podem respirar aliviados. Depois de retirar todo o material depositado no local, limpar e cercar a área, Lindomar Alves – responsável pelas políticas públicas de Meio Ambiente em Rondonópolis – anunciou a desativação da unidade. Quem insistir em despejar entulhos, restos de podas de árvore e de construção, móveis e outros objetos descartados naquela área, está sujeito a punições rigorosas.

Faixas fixadas no local esclarecem que o Ecoponto está fechado/desativado e alertam que as pessoas flagradas despejando materiais ali vão ter os veículos apreendidos e sofrer as penalidades. A sugestão é para levar a carga para depositar no lixão da Mata Grande, no período das 7 horas às 11h15min e das 13 horas às 17h30min. “Está proibido depositar qualquer tipo de material naquele local. Principalmente cargas em caminhonetes e caminhões”, destaca.

Leia também:  Mais de 900 vagas de emprego anunciadas pelo Sine, 91 são para Rondonópolis

Lindomar Alves lembra que o Ecoponto foi instalado naquele local num momento em que não havia investimento nem moradores e comerciantes na vizinhança. Antes a área era adotada como um lixão sem controle. A ideia era beneficiar a comunidade com um espaço adequado para o depósito provisório de material descartado. Com o crescimento da cidade, a região foi contemplada com investimentos, como o de obras de asfalto. Com isso começaram as construções de casas e estabelecimentos comerciais.

Os problemas que incomodaram a comunidade, avalia Lindomar, são a consequência da falta de boa gestão, controle, segurança e periodicidade da limpeza. A população passou a conviver com mau cheiro, constantes incêndios e muita fumaça no ar. Para resolver a situação, o responsável pela Semma buscou a parceria da Companhia de Desenvolvimento de Rondonópolis – Coder para fazer a limpeza interna e externa do local e retirar todo o material existente na área.

Leia também:  Tributo lembra 1 ano da morte do Padre João Paulo

Os trabalhados iniciados na manhã do dia 2 foram concluídos às 10 horas desta quinta-feira (3). Em seguida a área foi cercada e recebeu as faixas que anunciam o fechamento definitivo do Ecoponto. A equipe coordenada por Lindomar Alves começou logo em seguida, a limpeza do Ecoponto existente no bairro Sagrada Família. A ideia é mantê-lo funcionando para atender as comunidades da região.

O Ecoponto do Jardim Europa também deve ser limpo e mantido em funcionamento. Já a unidade existente na Vila Mineira deve ser fechada. Essa questão deve ser discutida com o Gabinete de Serviços e o prefeito Percival Muniz.

Lindomar Alves quer contar com o apoio de carroceiros e jardineiros para definir o sistema geral de Ecopontos na cidade. Ele tem interesse em atender essas categorias. Mas, quer que todos assumam compromisso e responsabilidade com as políticas públicas de meio ambiente. Ele se reúne com carroceiros e jardineiro a partir das 9 horas desta sexta-feira (4) para ouvir as sugestões dos trabalhadores.

Leia também:  Correios devem entrar de greve e serviços de banco postal serão encerrados

 

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.