No ano passado o alto número de suicídios entre Policiais Federais (PF) chamou a atenção do diretor geral do órgão, delegado Leandro Daielo, para que fosse oferecido um programa de apoio psicológico aos policiais. Em 2012, cerca de 12 integrantes da PF tiraram a suas próprias vidas.

O apoio psicológico já tem apresentado resultados positivos, mas agora o foco recairá sobre os integrantes mais velhos da corporação, que mostraram mais resistentes a iniciativa na primeira etapa.

Advertisements
Leia também:  Não está para brincadeira

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.