Mato Grosso receberá R$ 3,7 milhões para a qualificação das ações de combate ao mosquito transmissor da dengue, com o aprimoramento dos planos de contingência. O recurso faz parte de um plano do Ministério da Saúde para intensificar as medidas de vigilância, prevenção e controle da doença. Ao todo, serão disponibilizado para o país R$ 173,2 milhões.

A assessoria do ministério informou que mais de 190 milhões de pessoas serão beneficiadas com as medidas de controle e prevenção da dengue. O adicional representa um subsídio de 20% do valor anual do Piso Fixo de Vigilância e Promoção da Saúde e será repassado em parcela única.

Em contrapartida, os municípios precisam cumprir algumas metas, como disponibilizar quantitativo adequado de agentes de controle de endemias; garantir cobertura das visitas domiciliares pelos agentes; adotar mecanismos para a melhoria do trabalho de campo; realizar o LIRAa (Levantamento Rápido de Infestação por Aedes Aegypti) com ampla divulgação nos veículos de comunicação locais; notificar os casos graves suspeitos de dengue, entre outras medidas.

Leia também:  MPE quer condenação de ex-secretário e mais 6 por desvios na Educação

Em Mato Grosso, os casos graves de dengue reduziram 79% entre 2010 a 2012. No ano passado, foram registrados 191 casos graves da doença contra 892 em 2010. A Secretaria de Estado de Saúde havia confirmado, até a penúltima semana de dezembro 25 mortes em decorrência da dengue, sendo 22 confirmados e três ainda em investigação.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.