Marino FranzO ex-prefeito de Lucas do Rio Verde, Marino Franz, está migrando do Partido Popular Socialista (PPS) para o Partido da Social Democracia Brasileira (PSDB), após a sigla se fragilizar com a perda de lideranças como o senador Blairo Maggi, que hoje está no partido da República (PR).

Junto a ele um grupo político que o acompanha também participará da mudança, que já foi confirmada pelo presidente estadual da sigla tucana, o deputado federal Nilson Leitão. A filiação deve ocorrer na primeira quinzena de fevereiro, logo após o carnaval.

O PPS perdeu expressividade nos últimos anos com a saída de fortes nomes estaduais, como Maggi e Otaviano Pivetta – atual prefeito de Lucas do Rio Verde – e que hoje está no Partido Democrático Trabalhista (PDT).

Leia também:  Presidente da OAB se manifesta sobre advogada que chamou Maggi de "cocaleiro"

“O PPS perdeu muito da sua expressão e acabou ficando muito fragilizado com o tempo. Perdemos o ex-governador Blairo Maggi, Otaviano Pivetta, então nosso grupo político vai migrar para o PSDB”, ressaltou.

Para Nilson Leitão, levar Marino Franz ao PSDB, dá a oportunidade da legenda se renovar e reestruturar para poder disputar as eleições de 2014 com um novo quadro político. No último pleito, os tucanos saíram derrotados das eleições com a derrota de Guilherme Maluf, que concorreu a Prefeitura de Cuiabá, e diminuição no quadro de vereadores.

Porém, para quem pensa que a nova adesão seria um ponto de partida para a viabilização de candidatura como vice ao Governo do Estado, Leitão já afirma que são só rumores. “São apenas especulações, o Marino tem potencial para concorrer a qualquer cargo, mas nada disso foi discutido ainda”. (PV)

Leia também:  "Derramo meu sangue por um companheiro" diz deputado após fazer tatuagem com nome de Temer
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.