A secretária de Estado americana, Hillary Clinton, tem um coágulo em uma veia entre o cérebro e o crânio, indicaram seus médicos  prevendo que, apesar disso, ela deve se recuperar totalmente.

Um exame feito neste domingo revelou “que uma trombose se formou no seio transverso direito”, indicaram as médicas Lisa Bardack, do Mount Kisco Medical Group, e Gigi El-Bayoumi, da George Washington University.

A equipe médica descreveu isso como “um coágulo na veia que está situada no espaço entre o cérebro e o crânio atrás da orelha. Não causou um acidente vascular, ou um dano neurológico”.

Hillary Clinton deu entrada no New York Presbyterian Hospital nesta segunda-feira após o diagnóstico e está sendo tratada com anticoagulantes para dissolver o coágulo. Ela será liberada “quando a dose de medicação for estabelecida”‘

Leia também:  Itália investiga roubo de relíquias com sangue do Papa João Paulo II

“Em todos os aspectos de sua recuperação, a secretária está fazendo um excelente progresso. Ela está de bom humor, interagindo com seus médicos, sua família e sua equipe”, informaram no comunicado.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.