Moradores andam em local onde homem armado matou cinco pessoas nos arredores de Manila nesta sexta-feira (4) (Foto: Jay Directo/AFP)

Um homem armado com uma pistola semiautomática matou pelo menos cinco pessoas e feriu outras 11 em uma favela nos arredores de Manila nesta sexta-feira (4), informaram as autoridades.

O crime, que ocorreu em uma zona residencial pobre ao sul da capital das Filipinas, acabou com a morte do homem armado em um tiroteio com a polícia, disse o oficial encarregado da investigação, Arnulfo Lopez.

“Foi aleatório. Disparava contra qualquer pessoa que atravessasse seu caminho”, declarou López à AFP.

Uma menina de 7 anos está entre os mortos, e outras quatro crianças ficaram feridas, segundo Lopez.

Este policial disse que o suspeito era Ronaldo Bae, um homem de meia-idade que no passado apresentou sua candidatura nas eleições para prefeito local e perdeu.

Leia também:  Vírus da zika pode matar células de tumor cerebral

Lopez afirmou que ainda não foram determinados os motivos deste crime, mas os vizinhos disseram à AFP que Bae havia bebido muito na noite de quinta-feira.

Estes moradores afirmaram que os disparos começaram perto da casa de Bae, em uma zona pobre do povoado de Kawit, e que entre os mortos estavam seus vizinhos.

“Ele abriu fogo contra a polícia. Ocorreu um tiroteio que terminou com a morte do suspeito”, indicou Lopez.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.