Imagem aérea mostra inundação nesta terça-feira (29) na cidade australiana de Bundaberg, Queensland (Foto: AFP)
Imagem aérea mostra inundação nesta terça-feira (29) na cidade australiana de Bundaberg, Queensland (Foto: AFP)

O número de mortos pelas inundações no nordeste da Austrália subiu para quatro depois que uma criança faleceu nesta segunda-feira (28) ao ser atingida por uma árvore na cidade de Brisbane, informou hoje a imprensa local.

Na cidade de Bundaberg, situada no estado de Queensland e a mais afetada pelo temporal, o avanço do nível da água impede que 7.500 pessoas retornem às suas casas, sendo que 1.500 delas estão em abrigos, segundo a emissora “Sky News”.

Dezenas de moradores foram resgatadas dos tetos de suas casas em Bundaberg, onde cerca de 2 mil imóveis estão sob a água, enquanto as autoridades começaram a transferir, com a ajuda do Exército, mais de uma centena de pacientes do hospital local para Brisbane, a capital do estado.

Leia também:  Cerca de 140 membros de facção criminosa são presos em festa de casamento na China

O forte temporal deixou 160 mil pessoas sem eletricidade em Queensland e também causou danos no contíguo estado de Nova Gales do Sul, especialmente na cidade de Grafton, onde o rio Clarence alcançou 20,94 metros ontem à noite.

Em Grafton, onde as autoridades deram ordem de evacuação a 2 mil pessoas, o rio começou a retroceder e “o pior já passou”, segundo o chefe do governo de Nova Gales do Sul, Barry O’Farrell.

O Conselho de Seguradoras da Austrália calcula que os danos causados pelas inundações em Queensland já chegaram a US$ 75 milhões, de acordo com a agência local “AAP”.

Advertisements
COMPARTILHAR
Artigo anteriorIN MEMORIAN
Próximo artigoProfessor desaparece na Capital

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.