A segunda passagem de Love pelo Flamengo está encerrada. Na noite deste sábado, o atacante e o presidente Eduardo Bandeira de Mello se pronunciaram sobre o adeus ao clube. O discurso foi semelhante, com tristeza e a justificativa de que a proposta do CSKA era boa para as duas partes. O Artilheiro do Amor volta para a Rússia, mas fala em retornar para o Fla no futuro.

Bandeira de Mello e Love também ressaltaram que a saída do atacante não se deve a divergências políticas. O atacante apoiou Patricia Amorim na eleição presidencial. O mandatário rubro-negro foi o primeiro a se pronunciar.

“Infelizmente é para dar uma notícia que não é muito boa: a saída do Vagner Love do Flamengo neste momento. Recebemos proposta do CSKA e entendemos que era boa para as duas partes. Resolvemos aceitar. Quero deixar claro que tenho respeito e admiração pelo Vagner Love. Sempre se comportou de maneira correta, honrou o manto sagrado, a camisa do Flamengo. Ele é ídolo da torcida, é meu ídolo, ídolo dos meus filhos. Gostaria de desejar sorte na nova etapa da carreira e que no futuro possa vir encerrar a carreira no Flamengo. Não há muito o que falar”, disse Bandeira.

Leia também:  Luverdense fica no empate com o Paraná

Após o pronunciamento do presidente, Love seguiu a mesma linha e já projetou retorno.

“Disseram muitas coisas antes desta saída, que eu estava chateado com a diretoria. Não houve nada disso. Inclusive é a segunda vez que estamos nos encontrando. Recebemos esta proposta, conversamos e vimos que seria melhor para mim. Saio do Flamengo com o coração na mão. Sempre fui Flamengo e não era meu desejo sair. Tenho certeza de que minha história no Flamengo não acabou. Espero voltar, como o presidente mesmo falou”, completou Love.

O Flamengo não revelou o valor da proposta e nem mesmo como fica a dívida que o clube tem com o CSKA relativa à compra de Love no ano passado. O Fla pagou apenas uma das seis parcelas da negociação.

Leia também:  União volta a jogar sábado pelo Sub-19

Love voltou para o Flamengo no ano passado, quando fez 52 jogos e marcou 24 gols. Esta foi a segunda passagem do Artilheiro do Amor pelo clube. Em 2010, o atacante disputou 29 partidas e balançou as redes 23 vezes.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.