O presidente da Câmara de Cuiabá, João Emanuel (PSD), decidiu exonerar todos os servidores comissionados que prestavam serviços no local. A medida atingiu 148 pessoas. Todavia, novos comissionados de confiança da atual mesa diretora serão contratados em breve para manter os trabalhos da nova direção.

De acordo com reportagem do jornal Diário de Cuiabá, o presidente ressaltou que o novo quadro de comissionados ainda será discutido, em breve, com os demais parlamentares municipais. Além do desligamentos destes servidores, João Emanuel também decidiu bloquear os pagamentos de todos os fornecedores até a finalização da transição entre a gestão anterior para a atual.

A previsão é de que estes pagamentos sejam realizados dentro deste mês.

Leia também:  Ministro Edson Fachin separa investigação sobre Temer e Aécio Neves no STF

A medida se assemelha a tomada pelo novo prefeito de Cuiabá, Mauro Mendes (PSB), que no primeiro dia de mandato decidiu exonerar quase 800 servidores comissionados que trabalhavam no Poder Executivo municipal.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.