Jenson Button e Sergio Pérez no lançamento do carro de 2013 (Foto: Reuters)
Jenson Button e Sergio Pérez no lançamento do carro de 2013 (Foto: Reuters)

Ayrton Senna, Alain Prost, Niki Lauda, Emerson Fittipaldi, Mika Hakkinen e Lewis Hamilton. Pela volta aos tempos de glória, a McLaren deu um mergulho em sua história no lançamento de seu novo carro para a temporada 2013 da Fórmula 1. Além de Jenson Button e Sergio Pérez mostrarem ao público o modelo MP4-28, a tradicional equipe britânica relembrou seus 50 anos, que serão completados em 2013.

O projeto deste ano mantém a aparência do bólido de 2012. A bela pintura metálica prata, combinada a detalhes em vermelho continua. Além da curvatura suave do bico (igual a seu antecessor), sem o degrau adotado por algumas equipes no ano passado. Apesar da semelhança com o modelo que ganhou sete provas no ano passado, mas pecou pela falta de confiabilidade, Button garante um carro promissor para disputar vitórias e o título:

Leia também:  Futebol em luto: morre Gilson Lira

– Parece bem similar para muitos de vocês, mas embaixo dessa pele ele é muito diferente. É o melhor carro que já fizemos –  garantiu o britânico de 33 anos, campeão mundial de 2009 pela Brawn GP.

As celebrações começaram com uma bela homenagem ao fundador da escuderia, Bruce McLaren. Foi apresentado um filme sobre o piloto, que morreu em 1970, quando testava o modelo M8D, que havia projetado. Depois, um modelo deste carro entrou pelos corredores do Centro Tecnológico da McLaren, em Woking, na Inglaterra. Na sequência, pilotos reservas do time desfilaram com alguns carros que fizeram história na Fórmula 1: o M23, com o qual Emerson Fittipaldi levou o título de 1974; o MP4/4, vencedor nas mãos de Ayrton Senna em 1988 e o MP4-13 da primeira conquista de Mika Hakkinen. Até Hamilton, que deixou o time após seis anos para seguir para a Mercedes, não deixou de ser lembrado, com a exibição do MP4-23, do título de 2008.

Leia também:  Copa Federação pode ter jogos às segundas

Em seguida, foi a vez de entrarem em cena os protagonistas da McLaren nesta temporada: o britânico Button, que entra em seu quarto ano com a equipe, e o mexicano Pérez. A dupla apareceu a bordo de dois modelos esportivos da montadora. Pérez no MP4-12C Spider e Button no recém-lançado P1, modelo avaliado em mais de R$ 2 milhões.

Como uma criança empolgada com o brinquedo novo, o ex-piloto da Sauber não escondia a satisfação de estar começando uma história em uma escuderia tão tradicional quanto a McLaren.

– Para mim, é um grande dia. Na verdade, todos os dias desse ano têm sido ótimos. Estou incrivelmente orgulhoso em ser piloto da McLaren. Ver esses carros famosos me deu vida e me toquei que estou pilotando pela equipe em seu 50º aniversário. Isso é um sentimento muito especial – celebra o jovem de 23 anos.

Leia também:  Técnico do União lamenta: “Dava para ir mais longe”
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.