De acordo com o balanço divulgado nesta segunda-feira (14) pela Agência Nacional do Cinema (Ancine), o mercado de cinema no Brasil atingiu o recorde histórico de R$ 1,6 bilhão, apresentando crescimento durante o segundo semestre de 2012.

Ainda de acordo com os resultados, o público acumulado também bateu o recorde, alcançando 146,4 milhões de pessoas. Deste total, 130 milhões assistiram a produções estrangeiras, gerando renda de R$ 1,4 bilhão.

Ao todo, 15,5 milhões de espectadores foram aos cinemas em 2012 para ver filmes brasileiros. Dos 83 lançamentos nacionais, cinco superaram a marca de 1 milhão de pessoas.

Segundo levantamento da Ancine, o longa-metragem nacional com maior número de espectadores em 2012 foi “Até que a sorte nos separe”, de Roberto Santucci, com 3,3 milhões de ingressos vendidos. Outro destaque foi “De pernas pro ar 2”, do mesmo diretor, que, mesmo estreando no dia 28 de dezembro, obteve mais de 1 milhão de espectadores.

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

Entre os filmes estrangeiros, “Os vingadores” fez a maior bilheteria no país em 2012, com R$ 129,6 milhões de renda e cerca de 11 milhões de espectadores. Já “Amanhecer: Parte 2”, último filme da saga “Crepúsculo”, ficou em segundo lugar, com R$ 99,5 milhões e visto por 9,4 milhões de pessoas.

Leia também:  O Rico e Lázaro | Asher tira satisfações com Zac sobre a morte de Uriel

Manoel Rangel, diretor-presidente da Ancine, aponta a expansão do parque exibidor e o aumento do número médio de salas ocupadas pelos lançamentos nacionais. “Os filmes brasileiros foram lançados em 63 salas, em média. Em 2011, essa média foi de 48 salas. Já o nosso parque exibidor cresceu 6,93%, sendo que o ritmo desse crescimento foi mais acelerado nas regiões Norte, Nordeste e Sul, chegando a um total 2.515 salas”, afirma.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.