O policial militar Elizeu Teixeira Cintra que matou o colega de farda Young Caio Rodrigues, no último dia 17 após uma brincadeira recebeu liberdade provisória e foi liberado na última sexta-feira (25). O policial estava detido no 5º Batalhão de Polícia Militar desde o dia do crime quando se entregou espontaneamente.

Quem concedeu a decisão foi o juiz Marcos Faleiros, que responde a 11ª Vara da Justiça Militar em Cuiabá. Ele entendeu que  Cintra agiu em legítima defesa quando teve a falsa impressão de um ataque.

O inquérito deve ser concluído em 40 dias e após isso encaminhado ao Ministério Público.

Advertisements
Leia também:  Cinco são presos durante ações contra o tráfico de drogas em MT

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.