O Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes lançou, na sexta-feira passada, o edital de licitação para as obras de duplicação da BR-163-364 entre Jaciara e a Serra de São Vicente, numa extensão de 71,6 km. Com isso, ,já estão em fase de licitação todo o trecho entre Cuiabá e Rondonópolis. O anúncio foi feito pelo deputado federal Wellington Fagundes (PR-MT). Já estão publicados os editais dos trechos de Rondonópolis a Jaciara (60 km), da Serra de São Vicente a Cuiabá (42,4 km).

Segundo o parlamentar, falta apenas a licitação do trecho entre Cuiabá e Rosário Oeste (108 km) para todos os 400 km de duplicação da BR-163/364 estejam licitados ou em fase de obras, como é o caso dos 45,4 km entre Rosário Oeste e o Posto Gil, onde a duplicação já está em fase avançada, e o trecho da Serra de São Vicente, onde a duplicação já foi concluída.

Leia também:  Detran aponta que excesso de velocidade é a infração mais cometida em MT

O chefe do Dnit em Mato Grosso, Luiz Antônio Garcia, diz que, além da duplicação, está assegurada a restauração da pista existente, com a reconstrução do pavimento, e ainda a construção de contornos rodoviários no Distrito de Santa Elvira, nos municípios de Juscimeira, São Pedro da Cipa, Jaciara e no Campus do Instituto Federal de MT, na Serra de São Vicente.

Já no perímetro urbano de Cuiabá, na região do Distrito Industrial, está contemplada a implantação de dois viadutos e de ruas laterais para separar o tráfego local de acesso aos bairros do tráfego de longa distância, além da implantação de sistema de iluminação pública.

A Licitação será regida pela modalidade de Regime Diferenciado de Contratação – RDC. O prazo total para execução dos serviços de cada edital varia de 1.200 a 1.300 dias.

Leia também:  Oito casos de tráfico de pessoas para trabalho escravo é registrado em MT

Hoje, as obras se concentram no trecho entree Rosário Oeste e Posto Gil com 45,4 km de extensão, contemplando também a construção de viadutos e pontes, além da duplicação de segmento na Serra da Caixa Furada em pavimento de concreto. A previsão de conclusão destas obras é para o final de 2013.

Outra boa notícia divulgada pelo deputado federal Wellington Fagundes é a inclusão da BR-174 no Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), anunciada pela presidente Dilma Rousseff no final do ano durante conversa com o governador Silval Barbosa. “Isso deve viabilizar a pavimentação de dois trechos que estão em Mato Grosso (de Juína até a divisa com Rondônia, num total de 120 km, e de Castanheira a Juruena, num total de R$ 312 km)”, disse.

Leia também:  Caminhoneiros bloqueiam rodovias em MT e fazem protesto contra aumento de impostos sobre combustíveis

A federalização da BR-174 é de autoria do ex-senador Jonas Pinheiro. O projeto foi relatado pelo deputado federal Wellington Fagundes como membro da Comissão de Viação e Transportes da Câmara. “Fiz questão de dar parecer favorável em reconhecimento à luta do ex-senador para ampliar a malha rodoviária federal de Mato Grosso”, diz Wellington.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.