Apesar de anunciar durante toda a campanha eleitoral, que vinha se preparando há muito tempo para ser novamente prefeito de Rondonópolis, Percival Muniz (PPS), não conseguiu ainda montar seu secretariado.

Mesmo anunciando que estaria tudo pronto ao assumir o cargo, ainda faltam quatro nomes para fechar o quadro de secretários, que serão 20 ao total, três a mais que na gestão anterior, o que já causou a quebra de outra promessa de Percival que era “enxugamento da máquina”.

Como não consegue arrumar nomes para fechar o secretariado, Percival apelou para um gordo aumento salarial e mesmo sem um dia de trabalho sequer, os novos secretários já começam a gestão com um aumento salarial de mais de 40%, elevando os salários de R$ 7.061,00 para R$ 10.000,00 mensais.

Leia também:  Com Max; Taques traça perfil político na Casa Civil
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.