O Conselho Municipal Antidrogas (COMAD) recebeu um reforço com a aprovação, pelos vereadores na última Sessão Extraordinária de 2011, do Projeto de Lei que dispõe sobre o Plano Municipal de Política sobre Drogas, onde legitima o órgão para desenvolver ações.

A proposta tem como objetivo fortalecer e estruturar o COMAD como órgão legítimo para coordenar, deliberar e acompanhar ações, projeto e programas governamentais e não governamentais das políticas municipais sobre drogas.

O presidente do COMAD, Cleusa Alves Diniz, afirmou que com o Plano será possível criar vínculos de ações juntamente com os Governos Estadual e Federal e obter mais recursos para atuação no município.

Cleusa afirma o conselho atua em cinco eixos, a prevenção, tratamento, recuperação e reinserção social, redução de danos e redução de oferta, com a aprovação do projeto esses focos serão melhores desenvolvidos.

Leia também:  Justiça condena a 12 anos de prisão acusado de homicídio qualificado

Dentre as propostas de atuação está a criação de um 0800 para combate ao tráfico e um pacto municipal de combate ao crack

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.