Foto: ARQUIVO/AGORAMT

“Valtenir [Pereira] deve ter algum complexo, alguma coisa que precisa ser discutida, ai não é com político, é com psicólogo e psiquiatra”. A frase foi dita pelo senador Pedro Taques (PDT) .

Depois do conturbada eleição da Mesa Diretora da Câmara de Cuiabá, na última terça-feira (1º), a cerimônia de posse do prefeito Mauro Mendes foi marcada por troca de acusações entre o senador Pedro Taques (PDT) e o deputado Valtenir Pereira (PSB).

“Traição não sei se houve, mas houve facada nas costas e bem grande”, opinou o senador Pedro Taques sobre o episódio. “Nós estávamos juntos com Mauro, junto com esses partidos que fizeram parte da coligação que elegeu Mauro, por que você vai bandear para o outro lado? Essa pergunta tem quer ser feita ao presidente do PSB no estado que é o deputado Valtenir”, protestou Taques.

Leia também:  Teté pode disputar cadeira na AL

No decorrer do mês passado, Valtenir foi procurado pelo vereador Onofre Júnior (PSB) em busca de apoio para viabilizar sua candidatura à presidência do Legislativo. Ao invés disso, o deputado federal o levou para as reuniões promovidas por João Emanuel (PSD), que acabou colocando o socialista como vice-presidente de sua chapa.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.