Abastecer com etanol só é vantajoso para o consumidor, do ponto de vista financeiro, em quatro estados: Mato Grosso, São Paulo, Goiás e Paraná. Nesses locais, o preço do litro do álcool anidro custa até 70% do litro da gasolina, em média, segundo levantamento de preços semanal feito pela Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP).

Nesses estados, estão os menores preços para o etanol registrado na semana de 2 a 9 de fevereiro. Em São Paulo, o litro do álcool anidro custa, em média, R$ 1,84; em Mato Grosso, R$ 1,97; em Goiás, R$ 1,98 e no Paraná, R$ 2. Os preços mais altos estão no Acre (R$ 2,62), em Roraima (R$ 2,58), no Espírito Santo (R$ 2,48) e no Pará (2,46).

Leia também:  No 1º semestre, MT registra alta de 360% em notificações de chikungunya

Apesar de ser mais barato do que a gasolina, o álcool é menos econômico – quando abastecido com álcool, o carro percorre uma quilometragem menor. De acordo com especialistas, encher o tanque com álcool só é vantajoso se o combustível custar até 70% do preço da gasolina. Para fazer o cálculo, basta dividir o valor do litro do álcool pelo da gasolina. Se o resultado for menor que 0,7, é mais vantajoso financeiramente abastecer com álcool. Se for maior, a gasolina é mais vantajosa.

O consumidor também pode contar com a ajuda de alguns sites e aplicativos para smartphones que fazem o cálculo automaticamente, basta colocar o preço dos dois combustíveis. Mesmo nos casos em que não é vantajoso economicamente abastecer com álcool, o consumidor pode levar em conta questões ambientais na hora de escolher seu combustível, já que o etanol polui menos que a gasolina.

Leia também:  Imposto será zerado para equipamentos e produtos de informática importados
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.