A importância de Neymar para o Santos dentro de campo é inegável. O desempenho ruim da equipe nas ocasiões em que o atacante não pôde atuar em 2012 prova isso – sem o camisa 11, o retrospecto santista no último Brasileirão foi de time rebaixado. Só que a relevância do astro do Peixe não é medida apenas do ponto de vista técnico. Neymar é também decisivo na hora de atrair público à Vila Belmiro.

Desde o início de 2012, o estádio do Santos recebeu 29 jogos. Nas 21 vezes em que Neymar esteve em campo, a Vila teve, em média, 10.563 pagantes (a Polícia Militar libera a entrada de cerca de 16 mil torcedores, devido às restrições de segurança). Nas oito partidas das quais o camisa 11 não participou, no entanto, a média de público despencou para 5.852 – cerca de 45% a menos, portanto.

Leia também:  Holloway vence a luta contra José Aldo

Mesmo nos jogos realizados na Vila Belmiro após a eliminação na Taça Libertadores, os públicos registrados com Neymar em campo seguiram bem à frente daqueles dos jogos sem o camisa 11. Do empate por 2 a 2 com o Coritiba (primeiro confronto depois do torneio sul-americano) ao 3 a 1 aplicado sobre o São Paulo, pelo Campeonato Paulista deste ano, foram nove partidas com o astro no gramado e uma média de público de 9.114 pagantes. Nas seis ocasiões que o atacante não atuou, porém, a média caiu para 6.240 torcedores/jogo.

A consequência é que a renda que o Santos arrecada nos jogos em que Neymar se ausenta é bem menor do que nas ocasiões que o atacante está em campo. Nos 21 jogos realizados na Vila nos quais o camisa 11 atuou, a bilheteria registrou uma renda média de R$ 307.203,00. Já nas oito partidas sem Neymar, o valor médio arrecadado foi de R$ 107.467,00 – 65% a menos.

Leia também:  Meninas do vôlei vencem a primeira em Cuiabá

– Tenho a mais pura convicção de que o Neymar é uma atração, e faz diferença para qualquer espetáculo. Não só dentro de campo, mas fora, chamando público, divulgando o espetáculo. Não há dúvidas de que ele é um atrativo – reconhece o vice-presidente do Peixe, Odílio Rodrigues.

Neste domingo, às 18h30m (de Brasília), o Santos não terá Neymar contra o XV de Piracicaba, em partida válida pela nona rodada do Paulistão, devido à expulsão do atacante na derrota por 3 a 1 para a Ponte Preta. A julgar pelo que se viu de 2012 para cá, a expectativa é de uma Vila vazia.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.