A Policia Militar foi acionada, na manhã desta terça-feira (26), para atender uma briga entre funcionários de uma empresa de transporte, em uma mecânica próxima ao Posto Trevão. Os envolvidos foram encaminhados para o Centro Integrado de Segurança e Cidadania (CISC), para prestarem esclarecimentos.

Logo na chegada da guarnição, Paulo Soares, 49 anos, e Renato Dalagnolo dos Santos, 34 anos, abordaram os policiais para informar que Ricardo Mendes Rosa, 48 anos, estaria vendendo a carta de frete do material transportado e ao ser questionado sobre a atitude passou para a agressão ao chefe de transporte, Renato, mas que foram apaziguados por Paulo.

Em razão da agressão Renato solicitou que Ricardo entregasse as chaves e os documentos do caminhão, além de retirar os objetos pessoais do veículo. Descontente com o pedido Ricardo se recusou a atender o chefe de transporte.

Leia também:  Criminosos entram em motel roubam hóspedes e faz funcionária de refém

Ricardo justificou que trabalha a empresa há um ano e dois meses e hoje teve um atrito com Paulo, proprietário da empresa, pois o mesmo queria que o motorista assinasse o recibo de férias e décimo terceiro sem receber os valores, o que resultou na discussão.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.