Reuniao sobre o Alvara dos estabelecimento comerciais  00
Foto: Varlei Cordova/ Agora MT

Lideranças de órgãos responsáveis pela emissão de documentos para liberação de alvará, participaram esta manhã (01) de uma reunião para definir a estratégia de fiscalização aos locais de entretenimento na cidade. As fiscalizações e as notificações deverão acontecer o quanto antes em Rondonópolis.

Segundo o Secretário da Receita Mohamed Khalil Zaher, antes mesmo da tragédia ocorrida em Santa Maria alguns alvarás já estavam sendo retidos e depois liberados apenas com a realização de uma fiscalização no local. “Na semana passada um evento não aconteceu porque não tinha a licença de fiscalização, por exemplo,” afirma Mohamed.

O comandante do Corpo de Bombeiros Vanderlei Bonoto ressaltou que há 15 anos já havia uma parceria em que os alvarás eram liberados pela prefeitura somente após a avaliação do Corpo de Bombeiros, porém há quatro anos foram liberados alvarás provisórios, com validade de apenas 180 dias, que começaram a se tornar rotineiros. Ele lembrou ainda que anualmente, com a renovação dos alvarás é realizada uma nova vistoria.

Leia também:  Cartinhas | Campanha Papai Noel dos Correios já começou em Rondonópolis

Outro fato que preocupa o comandante é quanto à responsabilidade dos empresários em relação ao número de pessoas permitidas no local. “Os empresários tem que saber que só pode entrar o que foi permitido pelos Bombeiros, e que isso é necessário para a boa segurança do local” afirma ele.

Quem também esteve presente na reunião foi o Comandante do 5º Batalhão de Polícia Militar de Rondonópolis, Major Sandro Barbosa, segundo ele a PM já havia começado a fazer as fiscalizações há algum tempo, principalmente na Avenida Lions Internacional e ressaltou que os empresários tem que compreender que as fiscalizações são para o bem de todos, inclusive para eles. De acordo com o Major alguns locais chegaram a ser notificados e os proprietários não compreenderam que isso é uma lei e que os policiais estão apenas cumprindo-as.

Leia também:  Clima em Rondonópolis deve chegar a 40º C no final de semana

De acordo com o delegado Henrique Meneguelo nesta reunião será adotada uma conduta única em que para um alvará ser liberado será necessário autorização de todos os órgãos sendo eles: Polícia Civil, Polícia Militar, Corpo de Bombeiros, Secretaria de Trânsito, Vigilância Sanitária, Ecad e prefeitura.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.