O Senado norte-americano confirmou nesta terça-feira Chuck Hagel como o novo secretário de Defesa dos Estados Unidos.

Os senadores apoiaram a indicação do presidente norte-americano, Barack Obama, por 57 a 41, votos suficientes para aprovação, mas a votação continuava. Apenas quatro republicanos se juntaram aos democratas no apoio a Hagel, um ex-senador republicano por Nebraska.

Hagel precisava de 51 votos para ser confirmado como o novo líder civil do Pentágono.

Oposição
Um grupo de 15 senadores republicanos escreveu na última quinta-feira  (21) ao presidente Barack Obama para pedir a retirada da candidatura de Chuck Hagel ao Pentágono,

“Embora respeitemos o serviço prestado por Chuck Hagel no Exército, no interesse da segurança nacional pedimos respeitosamente que retire a sua candidatura”, escreveram os legisladores para o presidente, entre eles o número dois do bloco de oposição, John Cornyn, e a estrela do partido, Marco Rubio.

Leia também:  Ataque em centro de reabilitação no México deixa 8 pessoas feridas e dezenas mortas

“As posições contraditórias do senador Hagel e suas várias declarações sobre as principais questões de segurança nacional já eram inquietantes, mas suas declarações sobre o Irã foram desconcertantes”, disseram, referindo-se a conturbada apresentação do candidato perante o Congresso.

Com Chuck Hagel à frente da Defesa dos Estados Unidos, “a opção militar terá uma credibilidade quase zero”, ressaltaram, acusando o candidato de Barack Obama de defender uma posição pacifista ante a suposta ameaça nuclear de Teerã.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.