Pelo menos, 25 cidades do Estado estão em situação de alerta em decorrência das fortes chuvas típicas do período que atingem as regiões. Municípios como Nova Nazaré, Santa Cruz do Xingu e Apiacás, por exemplo, tem sofrido com o alto nível pluviométrico que prejudica rodovias e destroem pontes.

De acordo com informações da Defesa Civil, ainda continua a vistoria iniciada no fim do mês de janeiro nos municípios afetados pela chuva. Uma das rodovias mais críticas do Estado é a MT-220, no extremo Norte do Estado, que liga a BR-163, a partir de Sinop até Juara.

A cidade de Santa Cruz do Xingu está praticamente isolada. Isso porque apenas uma das rodovias que dão acesso ao município está transitável, a MT-430 no sentido São José do Xingu. A rodovia liga Confresa a Santa Cruz do Xingu, e tem pedido de asfaltamento por produtores.

Leia também:  Tarifa de pedágio da BR-163 tem desconto a partir desta quarta

A princípio, há previsão de investimento de R$ 50 milhões do governo para a rodovia MT-430 e o restante a ser bancado por produtores do Norte Araguaia e a gestão das duas cidades e São José do Xingu, de acordo com deputado estadual Baiano Filho (PMDB). Outra rodovia crítica sem asfalto devido a chuvas é a MT-170, entre Juruena e Aripuanã.

BLOQUEIOS

Outros acessos parcialmente bloqueados são a MT 160 que dá acesso a cidade de Apiacás, a 1.005 quilômetros da capital. A rodovia foi fechada desde que a cabeceira da ponte sobre o Rio Apuí caiu e somente veículos leves transitam.

A MT-020, que liga Paranatinga a Canarana, a 411 e 838 quilômetros de Cuiabá, respectivamente, também estava em situação intransitável em decorrência dos atoleiros.

Leia também:  Inicia neste domingo 1º de outubro o período proibitivo da Piracema

Além dessas regiões já fiscalizadas pela Defesa Civil, estão sendo verificadas as áreas de risco nos municípios de Nova Monte Verde, Nova Bandeirantes e Paranaíta.

No entanto, a Defesa deve, ainda, se dirigir para o nordeste de Mato Grosso.

Ao todo serão visitados os municípios de Água Boa, Alto Boa Vista, Bom Jesus do Araguaia, Cana Brava do Norte, Castanheira, Confresa, Cotriguaçu, Gaúcha do Norte, Juruena, Nova Nazaré, Novo Santo Antônio, Porto Alegre do Norte, além de Querência, Ribeirão Cascalheira, Santa Cruz do Xingu, Santa Terezinha, São José do Xingu, , São Félix do Araguaia, Serra Nova Dourada e Vila Rica. O município de Colniza, que ficou isolado em 2011, também deverá ser vistoriado.

Leia também:  Aumenta consumo de combustíveis em MT
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.