Os comerciantes de Rondonópolis esperam faturar 20% a mais com as venda de peixes durante a Quaresma. A procura pelo pescado ainda é tímida assim como o aumento nos preços, mas isso deve mudar nas próximas semanas.

O encarregado de um supermercado na cidade, Carlos Aparecido de Souza, afirmou que quem deixar para comprar o peixe na Semana Santa, por exemplo, vai acabar pagando mais caro. “Como a demanda é grande nesse período o preço acaba ficando em média até 10% mais caro”, fala.

Segundo o encarregado o bacalhau também deve registrar aumento nas próximas semanas, já que é um dos principais espécies consumidas pelos rondonopolitanos nessa época. Carlos afirmou que o produto já registrou acréscimo no preço de 5% se comparado com a semana passada.

Leia também:  Alto preço do gás de cozinha gera fiscalização do Procon em comércio de Rondonópolis

Em média, o quilo do bacalhau pode variar de R$ 18 até R$ 68 dependendo da qualidade do produto. Outros peixes que também são procurados para a época é o pintado e o tambaqui que, por enquanto, os preços se mantêm.

 

 

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.