Mais
    Agora MT Brasil Conselho Nacional de Direitos da Mulher critica elaboração do Orçamento 2013
    BRASIL

    Conselho Nacional de Direitos da Mulher critica elaboração do Orçamento 2013

    Segundo o estudo, a redução no número de programas discriminados no Plano Orçamentário provoca perda de informações

    Da redação com Agência Brasil
    VIA

    Em estudo divulgado esta tarde, em Brasília, o Conselho Nacional de Direitos da Mulher (CNDM) criticou a forma como o Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão (MPOG) está elaborando o Orçamento de 2013.  Segundo o estudo, a redução no número de programas discriminados no Plano Orçamentário provoca perda de informações.

    “No caso do Ministério da Saúde, por exemplo, todos os seus programas foram reduzidos a um só: aperfeiçoamento do SUS (…) Nessa estrutura tão generalista, dificilmente conseguiremos enxergar o que precisamos”. O estudo foi encabeçado pelo Centro Feminista de Estudos e Assessoria (Cfemea), representante da sociedade civil no conselho.

    Maria do Rosário Cardoso, representante do MPOG no conselho, disse que a a redução no número de programas discriminados teve como objetivo simplificar o remanejamento de recursos. “Se não fosse possível executar uma ação, era necessário entrar com um projeto de lei no Congresso para remanejar recursos dessa ação para uma outra. Era muito moroso. A mudança é para flexibilizar a execução orçamentária. Mas as políticas estão lá. É uma questão de dar uma lida na programação”.

    Guacira Oliveira, do Cfemea, acredita que a sociedade sai perdendo com o aglutinamento de políticas em apenas uma ação. “Se melhorou para o governo, piorou para o controle social, para a cidadania. E a gente tem que buscar o caminho onde existam melhorias para a gestão e aprimoramento dos instrumentos democráticos de participação social sobre o Orçamento público”.

    A secretária executiva da Secretaria de Políticas para as Mulheres, Lourdes Bandeira, não teme o fim das políticas “menores”, ainda que exista prejuízo na transparência. “Eu acho que as ações menores não vão desaparecer. Vai ser mais difícil encontrá-las, mas não podem desaparecer, porque elas estão aglutinadas em um objetivo maior. A gente tem que desconstruir esse objetivo para verificar as ações menores”.

    Relacionadas

    Censo 2022 começa em territórios indígenas

    O Censo 2022 começa hoje (10) nos territórios indígenas e vai até 31 de outubro. Serão recenseados os indígenas residentes dentro ou fora de...

    Agosto Branco chama atenção para o câncer de pulmão

    Instituído há cinco anos, o Agosto Branco chama a atenção para a importância da prevenção do tipo de câncer que mais causa mortes no...

    Ação contra fraude notifica cinco postos de combustível no DF

    Cinco postos de combustível do Distrito Federal (DF) foram notificados ontem (10) por entregar menos combustível do que o mostrado nas bombas, no âmbito...

    Alta de roubos faz disparar em até 80% vendas de seguros para celular

    Um celular é tirado de seu dono a cada 12 minutos no estado do Rio de Janeiro, segundo o ISP (Instituto de Segurança Pública),...

    PF faz nova operação contra fraude bilionária envolvendo criptomoedas

    Policiais federais deflagraram hoje (11) a quarta fase da Operação Kryptos, que investiga fraudes bilionárias envolvendo criptomoedas. Estão sendo cumpridos cinco mandados de prisão...

    Fifa antecipa início da Copa do Mundo para 20 de novembro

    A Fifa (Federação Internacional de Futebol) anunciou a antecipação do início da próxima edição da Copa do Mundo para o dia 20 de novembro....

    Superlua pode ser novamente vista nesta quinta-feira

    Para quem gosta de olhar para o céu à noite, esta quinta-feira (11) pode ser especial. É que, se o clima ajudar, será possível...

    Cobertura vacinal despenca nos últimos dez anos, e pólio volta a ameaçar o Brasil

    Nos últimos dez anos, a cobertura vacinal da poliomielite caiu de 96,5% (2012) para 61,3% (2021), um dado que acende o sinal de alerta,...

    Termina hoje prazo para prefeituras fazerem cadastros no Bem-Taxista

    Termina hoje (15) o prazo dado às prefeituras para fazerem o cadastro dos profissionais que poderão receber o benefício emergencial Bem-Taxista. O benefício será...

    Especiais

    Últimas

    Editoriais

    Siga-nos

    Mais Lidas