Foto: Internet
Foto: Internet

Quatro funcionários de uma empresa de ônibus de viagem e um receptador foram indiciados no inquérito policial, que investigou o furto de combustível da empresa. O inquérito policial foi concluído nesta segunda-feira (25.02), pelo delegado Márcio Moreno Vera, adjunto da Delegacia Especializada de Roubos e Furtos (Derf), da Capital e encaminhado à Justiça.

O mecânico, Alaerson Vital de Arruda, 41 anos, preso em flagrante pela Delegacia Especializada de Roubos e Furtos (Derf), no dia 15 deste mês, vai responder por furto qualificado. Além deles, as investigações também indiciaram pelo mesmo crime o auxiliar de tráfego, Genésio da Silva Brito; o funileiro Hélio Rodrigues; e o encarregado de manutenção, Lucinei Costa Marques. Também foi identificado e indiciado o receptador do combustível. Trata-se de Jander Vieira de Souza, que contou a polícia que comprava o diesel para abastecer seu caminhão.
A empresa desconfiou que o combustível do tanque de seus ônibus estava sumindo e registrou um boletim de ocorrência na Polícia Civil. Durante as investigações,  A Polícia chegou até o mecânico, que foi flagrado com100 litros de diesel colocados em galões, dentro de seu veículo. Ele estava saindo da empresa com o combustível quando os policiais lhe deram voz de prisão.
Em continuidade das investigações, os policiais descobriram que mais três funcionários estavam envolvidos nos corriqueiros furtos, que vinham ocorrendo há mais de um anos. Cerca de 1.800 litros eram subtraídos todos os meses do tanque dos ônibus.
Advertisements
Leia também:  Adolescente é apreendido com entorpecente na Vila Operária

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.