A presidenta Dilma Rousseff cumprimentou ontem (18) o presidente do Equador, Rafael Correa, reeleito para o terceiro mandato consecutivo nas eleições de domingo (17). Em telefonema no começo da noite, Dilma parabenizou Correa pela vitória.

A presidenta disse que a reeleição de Correa “representa uma vitória não apenas para a democracia do Equador, mas também para toda a região”, segundo informações da Secretaria de Imprensa da Presidência da República.

Na conversa, que durou cerca de dez minutos, Dilma declarou ainda que a vitória do atual presidente equatoriano “demonstra uma clara opção do país pelo desenvolvimento com justiça social”.

Correa agradeceu o gesto de Dilma e disse que está pronto para reforçar as relações entre o Brasil e o Equador. O presidente convidou a colega brasileira a visitar o país em breve. O convite foi aceito e Dilma vai agendar, por via diplomática, uma data que seja conveniente para os dois países.

Leia também:  Manifestantes vão pra frente de empresa de Ministro, mas se negam dialogar

Mais cedo, o ministro das Relações Exteriores, Antonio Patriota, telefonou para o chanceler do Equador, Ricardo Patiño, e parabenizou o governo e o povo equatorianos pelas eleições realizadas domingo (17). Patriota também desejou “pleno êxito” ao presidente reeleito.

Correa foi reeleito para um terceiro mandato consecutivo, que terminará em 2017, quando ele completar uma década no poder. Os 11,6 milhões de eleitores equatorianos também escolheram um novo vice-presidente, Jorge Glas, do Movimento Aliança Pais, o mesmo de Correa, 137 parlamentares da Assembleia Legislativa, além de cinco representantes do Parlamento Andino.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.