A União Europeia e os Estados Unidos devem começar negociações para criar uma área de livre comércio na região no fim de junho deste ano, disse o presidente da Comissão Europeia, José Manuel Barroso, nesta hoje (13/02).

O português Barroso falou após a divulgação de um relatório conjunto entre EUA e União Europeia, recomendando o início das conversas.

Segundo ele, seria “um verdadeiro motor” para as economias da região transatlântica.

“Para que estas negociações tenham êxito, precisamos, sobretudo, de vontade política (…) e rebaixar as tarifas quando isto tiver sentido e for possível”, acrescentou.

O presidente Barack Obama declarou na terça-feira (12) que Estados Unidos e Europa iniciarão negociações visando um tratado que criará a maior zona de livre comércio do mundo.

Leia também:  Pecuaristas iniciam setembro mais otimistas em MT

“Nesta noite estou anunciando que vamos colocar em andamento negociações sobre uma ampla zona transatlântica de comércio e investimentos com a União Europeia porque um comércio livre e justo através do Atlântico estimulará (a criação) de milhares de empregos bem remunerados para americanos”, disse Obama em seu discurso sobre o Estado da União.

A medida responde às demandas europeias para alcançar um grande pacto comercial que estimule o crescimento em ambos os lados do Atlântico, que engloba uma região na qual o comércio bilateral alcançou 646 bilhões de dólares no ano passado.

No entanto, o processo deve ser lançado formalmente em nível político para que as discussões possam ir a fundo em todas as questões.

Leia também:  Mato Grosso tem queda em número de desempregados, diz IBGE
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.