A família de Luana Priscila Neves (20) entrou em contato com a garota após ter sido dada como desaparecida. Lucineide das Dores Neves, mãe de Luana, registou um boletim de ocorrência na Policia Militar comunicando o desaparecimento da filha.

Laura Regyna, irmã de Luana, publicou na página da rede social que a família conseguiu manter contato com a garota, oportunidade que tiveram conhecimento de que ela (Luana) foi assaltada e agredida. Os assaltantes levaram os pertences e de posse do celular da garota  receberam as ligações da dona Lucineide e a ofendia com palavras, dizendo que tinham matado Luana e que o corpo estaria no Instituto Médico Legal (IML) de Campo Grande-MS.

Leia também:  Menor é apreendido e jovem preso após invasão e roubo a condomínio

Em relato a irmã de Luana afirmou que foram dias de muita angustia, “um pesadelo”, mas que tudo já foi esclarecido e está bem, oportunidade que agradeceu a todos pelo apoio a família.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.