Quem for assistir aos jogos da Copa das Confederações este ano ou da Copa do Mundo, em 2014, vai entrar nos estádios com ingressos de papel. Mesmo na era da tecnologia, na qual é possível viajar de avião sem nenhum papel impresso e na qual cartões e chips já são adotados como forma de acesso a eventos internacionais, a Federação Internacional de Futebol (Fifa), optou por repetir a fórmula que vem dando certo nas últimas copas do Mundo.

De acordo com o diretor de Marketing da Fifa, Thierry Weil, os ingressos de papel são um pedido dos fãs de futebol que querem guardar as entradas como recordação. “Nós sabemos que o mundo está mudando, que existem aplicativos que substituem os bilhetes de papel, mas optamos por esta versão há pelo menos cinco copas do Mundo porque sabemos que os fãs querem guardar a entrada como lembrança para mostrar à família. É uma forma de mostrar que fizeram parte da Copa do Mundo”, disse.

Leia também:  Público reage e evita prejuízo para o União

Mas ainda vai demorar um pouco para os torcedores que compraram as entradas para os jogos da Copa das Confederações pela internet ter o bilhete nas mãos. Só em maio será possível retirar o ingresso nas lojas que serão instaladas nas cidades-sede. A segunda fase de venda dos ingressos, que começou na última sexta-feira (15), vai até 7 de abril. Depois disso, uma nova etapa de vendas online está prevista a partir de 15 de abril até o fim dos jogos, em 30 de junho.

Na fase atual, o que vale é a ordem de compra. Mas, na primeira fase, quase 400 mil pessoas concorreram à chance de comprar 210 mil ingressos. A Fifa adota o sistema de sorteio dos bilhetes há pelo menos quatro copas do Mundo. “É uma maneira de dar a mais e mais pessoas a possibilidade de adquirir o ingresso sem a pressão de estar na loja no primeiro dia de vendas para ter a chance de comprar”, disse. Ele acredita que os jogos sediados pelo Brasil vão ser os melhores da história por causa da paixão de todo o país pelo futebol. De acordo com Thierry Weil, o grande volume de interessados pelos ingressos no site da Fifa é um reflexo disso.

Leia também:  Seleção masculina de futsal brasileira disputará amistosos em Mato Grosso

Weil destaca a importância da Copa das Confederações preceder a Copa do Mundo. “É muito importante para todos: para as cidades, para o governo, para o comitê local, para a Fifa e até para a seleção brasileira, porque este é mais do que um teste. É uma competição que já se tornou um grande evento e será transmitida para o mundo todo”, declarou.

As entradas para o jogo de abertura entre Brasil e Japão no dia 15 de junho, em Brasília, e para a partida entre a Itália e o Brasil, em Salvador, se esgotaram na primeira fase de vendas. Também não há mais bilhetes para a semifinal, que será disputada em Belo Horizonte no dia 26, e para a final, no Rio de Janeiro, no dia 30. Para estas partidas ainda restam entradas reservadas para portadores de necessidades especiais e obesos. Caso não sejam vendidas, elas serão destinadas ao público em geral.

Leia também:  1º Campeonato de Futebol Amador é suspenso temporariamente

A Fifa disponibiliza quatro categorias de ingressos, que variam de R$ 57 a R$ 418. Brasileiros podem comprar os ingressos mais baratos, que vão de R$ 57 a R$ 95. Estudantes, idosos e cadastrados no Programa Bolsa Família têm desconto nessa categoria e também prioridade na compra das primeiras 50 mil entradas.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.