O Atlético Mineiro não tomou conhecimento do Arsenal de Sarandí na Argentina na noite desta terça-feira, venceu por 5 a 2 e manteve 100% de aproveitamento na Taça Libertadores.

Os gols do Galo foram marcados por Bernard – três vezes -, Diego Tardelli e Jô. Descontaram para os argentinos Furch e Aguirre.

O Atlético, que derrotou o São Paulo na estreia, agora soma seis pontos e segue na liderança do Grupo 3, podendo ser alcançado apenas pelo The Strongest. O time boliviano, aliás, virá ao Brasil para enfrentar o tricolor paulista na quinta-feira.

O próximo compromisso do Galo será no dia 7, exatamente contra o The Strongest, no Independência. No mesmo dia, o Arsenal visitará o Morumbi para enfrentar o São Paulo.

Leia também:  Brasil começa a Copa enfrentando Suíça, Costa Rica e Sérvia

O jogo começou de forma eletrizante, com dois gols em sete minutos. Em seu primeiro lance de ataque, o Arsenal marcou o primeiro. Furch foi lançado, aproveitou a hesitação da zaga e superou Victor para abrir o placar.

A desvantagem não abalou o Atlético, que chegou à igualdade logo depois, quando Ronaldinho deu passe espetacular para Bernard e o garoto bateu cruzado de canhota para vencer Campestrini.

Depois disso as equipes reduziram o ritmo, mas o Galo já era superior. Ainda assim, quem assustou de novo foi o Arsenal, mas o gol de Furch foi corretamente anulado por uma falta no lance.

A resposta do Atlético aconteceu na sequência, aos 29 minutos, quando Leandro Donizete deu ótima assistência para Diego Tardelli marcar o seu primeiro gol na volta ao Atlético.

Leia também:  Atleta da Seleção brasileira de Hóquei é assassinado com tiro na nuca em SP

Quem pensou que o Galo ficaria satisfeito com a virada se enganou, pois a equipe mineira seguiu em cima do adversário. Desta forma, o terceiro não demorou a sair. Aos 35, Jô lançou Júnior César na esquerda e apareceu no meio da área para completar de canhota: 3 a 1.

Mesmo sem assustar o time brasileiro, o Arsenal aproveitou uma cobrança de falta para diminuir antes do intervalo. Aguirre surpreendeu Victor, que esperava cruzamento na área, e acertou o ângulo, marcando um golaço.

O gol do Arsenal, no entanto, foi apenas o canto do cisne, já que na volta do intervalo o Atlético Mineiro marcou mais dois gols, ambos de Bernard, para colocar números finais no placar.

Leia também:  Público reage e evita prejuízo para o União

Aos 8, o garoto aproveitou bola enfiada por Ronaldinho, ganhou de Nervo e fuzilou Campestrini. Cinco minutos depois, Bernard aproveitou rebote após finalização de Jô para marcar o quinto do Galo e sacramentar a vitória.

Aos 43, ainda deu tempo de Ronaldinho sofrer pênalti em entrada criminosa de Braghieri. Na cobrança, porém, o camisa 10 atleticano carimbou o travessão. Nada que desanimasse a torcida do Galo, é claro.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.