O senador Jayme Campos (DEM-MT) alertou para os problemas de infraestrutura enfrentados pelos produtores agropecuários de Mato Grosso, em pronunciamento nesta terça-feira (26). O senador ressaltou que, em tempos de PIB pequeno e mau desempenho das indústrias no país, o agronegócio em seu estado tem garantido números positivos para economia brasileira. No entanto, vem sendo prejudicado com a falta de logística para escoamento da produção.

Jayme Campos pediu à presidente Dilma Rousseff que coloque em prática os programas de investimentos em infraestrutura prometidos pelo governo federal em estradas, ferrovias e portos. O senador garantiu que, com a colaboração do governo federal, a produção de grãos no estado, que já está entre uma das maiores do país, poderia triplicar. “Em que pese o que nós produzimos nessa região do país, temos pagado muito caro por não termos obras de infraestrutura”, lamentou o senador.

Leia também:  Deputado Eduardo Botelho prioriza saúde do Estado

Segundo o parlamentar, as estradas da região estão sucateadas, as ferrovias não saem do papel, os portos para onde a produção é levada estão estagnados e a possibilidade de hidrovia – que contaria com o enorme potencial hídrico do Centro-Oeste – não é levada adiante. Para o senador, este descaso do governo federal com infraestrutura impede o crescimento do setor, por mais que os produtores invistam em seus negócios.

Rodovias – O maior problema, na avaliação do senador, é o estado precário das rodovias, que, em épocas normais já podem ser consideradas “verdadeiros desastres”, mas com as chuvas de verão tornam-se intransitáveis, colocando em risco a vida de milhares de pessoas. Além disso, os caminhões que transportam a produção têm perdido dias inteiros de viagem ao ficarem atolados na lama das rodovias.

Leia também:  Grupo articula colocar Pátio como candidato ao senado

Em aparte os senadores Casildo Maldaner (PMDB-SC) e Ana Amélia (PP-RS) concordaram com a necessidade de investimento federal em logística para dar suporte à produção agropecuária do país. Os senadores, de estados em que o agronegócio tem participação significativa na economia, concordaram que de nada adiantam os investimentos do produtor da “porteira para dentro” de seus empreendimentos, se, do lado de fora, a falta de infraestrutura acaba por comprometer sua produtividade e competitividade.

 

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.