Lucineide das Dores Neves procurou a Polícia para registrar o desaparecimento de sua filha, Luana Priscila Neves, 20 anos. Segundo Lucineide a sua filha avisou que ia viajar na sexta-feira (8) para Campo Grande – MS e que no sábado ela ligou a cobrar no celular de um vizinho, mas o que dava para ouvir era apenas pessoas brigando por causa de dinheiro.

A mãe disse que no domingo ligou no celular de Luana, mas quem atendeu foi uma pessoa estranha que a xingou dizendo que não conhecia nenhuma Luana. Na segunda-feira (11), por volta das 19h30, a mãe tentou novamente o contato no mesmo número e uma pessoa disse a ela que haviam matado Priscila e que era para mãe procurar o IML de Campo Grande.

Leia também:  Durante fiscalização em rodovia, PRF detém homem com mandado de prisão em aberto
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.