O Ibovespa, principal índice da Bolsa de Valores de São Paulo, manteve a tendência de queda dos últimos pregões e caiu mais 1,98% nesta quarta-feira (20). Registrou 56.177 pontos, na pior queda diária desde 14 de novembro. Com isso, as perdas em fevereiro chegam a 6% e, no ano, acumulam 7,8%.

As quedas de 0,50% e de 0,52%, na segunda-feira (18) e ontem (19), respectivamente, foram impulsionadas mais fortemente hoje por causa da sinalização do Fed (Banco Central norte-americano) de que pode reduzir, ou mesmo interromper, o processo de compra de ativos antes do previsto.

O pregão já estava fraco no decorrer do dia, e a divulgação da ata do Comitê Financeiro de Mercado Aberto (Fomc, na sigla em inglês) do Fed, no meio da tarde, provocou perdas mais acentuadas.

Leia também:  Brinquedos e roupas estão em alta na lista de presentes para o Dia das Crianças

Em contrapartida, o dólar se recuperou um pouco hoje. A moeda norte-americana se valorizou 0,27% em relação à véspera, cotada a R$ 1,96.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.