Foto: assessoria
Foto: assessoria

Mais de 20 mil jovens escolheram viver um carnaval diferente neste ano. O Memorial Papa João Paulo II ficou lotado durante o MicareCristo, momento jovem do 27º Vinde e Vede. Segundo estimativas da Polícia Militar, passaram pelo local mais de 25 mil pessoas.

Foram 12 horas consecutivas de alegria, fé e adoração.  A programação que teve inicio as 18h de sábado só encerrou por volta das 6h de domingo.

Adolescentes, jovens e adultos das 27 Paróquias que integram a Arquidiocese de Cuiabá, além de outras cidades vizinhas, viveram fortes momentos de oração e se divertiram ao som de cantores e bandas de axé, rock, e forró católicos. A noite também foi marcada por pregações e testemunhos de mudança de vida a partir do encontro pessoal com Jesus Cristo.

Leia também:  Paranatinga e Juscimeira recebem Ações Integradas de Cidadanias

Diretamente do Rio de Janeiro, sede da próxima Jornada Mundial da Juventude, o cantor Cosme levou os quase 30 mil participantes ao delírio. Dono de um carisma único, e com um repertório eclético e muito agitado, o músico fez o público do Memorial “tremer”.

A intensidade da alegria do cantor carioca é a mesma da pronfudidade de sua história de conversão. Ex traficante, ex-presidiário e um dos fundadores do Comando Vermelho, Cosme partilhou com foi sua vida antes de fazer uma experiência pessoal com Jesus.

“Cheguei no fundo do posso. Usei drogas, trafiquei, cometi alguns crimes e ajudei a fundar uma facção criminosa que existe até hoje no Rio. Mas quando participei de um Grupo de Oração e depois fiz um tal de ‘Seminário de Vida no Espírito Santo’, ai sim minha vida se transformou”, destacou o cantor.

Leia também:  Caravana do FCO é realizada em Jaciara e Alto Araguaia

Mais de 50 policias militares garantiram a segurança no local. Para os milhares de participantes foram disponibilizados uma grande estrutura com dezenas de barracas, arena com 70% de cobertura, imensa e diversificada praça de alimentação, estacionamento gratuito, além de diversos banheiros químicos.

Aos pés da cruz, local exato onde em 1991 o Papa João Paulo II presidiu a Santa Missa, era possível ver uma imensa fila de jovens buscando receber perdão de seus pecados através do sacramento da reconciliação. No local cerca sacerdotes atendiam confissões e davam direcionamento espiritual à quem buscava.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.