Com a liderança na concessão de crédito em todo o país, o Banco do Brasil ampliou ainda mais sua participação no mercado, que passou de 19,2% (no quarto trimestre de 2011) para 20,4% em igual período do ano passado. A alta no crédito levou a instituição a fechar o ano de 2012 com um lucro líquido recorde de R$ 12,2 bilhões.

As operações de crédito atingiram R$ 581 bilhões, volume 24,9% maior que o de 2011. A principal operação refere-se aos empréstimos às empresas cujo saldo, ao final do ano passado, chegou a R$ 273,8 bilhões, volume ampliado em 30,3% em 12 meses. As linhas destinadas a alimentar o capital de giro das contratantes aumentaram em 39,7% no ano e 17,3% no último trimestre sobre o anterior.

Leia também:  Mercado de gás está se tornando mais aberto e competitivo

No caso das operações destinadas a pessoas físicas, o saldo ficou em R$ 115,6 bilhões, com alta de 25,9% sobre o mesmo período de 2011 e de 7,1% sobre o trimestre anterior. A maioria (74,1%) refere-se a financiamentos classificados como operações de baixo risco como o crédito consignado, CDC Salário, financiamento de veículos e crédito imobiliário.

O maior crescimento do crédito ocorreu nas operações de financiamento de veículos (134,9%), seguido do crédito consignado, com alta de 20,4%. Já para a compra de imóveis, segmento que passou a ser explorado pelo banco em 2008, o saldo no fechamento do ano ficou em R$ 12,9 bilhões, uma expansão de 68,5%. No quarto trimestre, o movimento atingiu R$ 3,1 bilhões – volume 89% acima do registrado mesmo período de 2011. Os negócios com pessoas físicas somaram R$ 1,9 bilhão e com pessoas jurídicas, R$ 1,2 bilhão.

Leia também:  Estoque de empregos nos laticínios registrou queda de 0,28% em MT

No agronegócio, as operações alcançaram R$ 108 bilhões, uma expansão de 20,8% sobre 2011. As operações feitas pela instituição nesse segmento atingiram 62,5% do total do Sistema Nacional de Crédito Rural. Só as concessões por meio do Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf), tiveram um saldo de R$ 24,2 bilhões, com aumento de 20,7% no ano.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.