Em uma atividade de inicio às aulas, na última segunda-feira (28), os pais dos alunos dos Maternais 1ª Fase, I e II do Centro Educacional Khalil Zaher, assistiram palestras instrutivas sobre higiene, prevenção de doenças virais e saúde psicológica. As duas apresentações ministradas por especialistas tiveram a interação dos presentes que tiraram dúvidas e se interaram sobre os cuidados.

A primeira palestra, ministrada pela pediatra Luciene Gul, teve o objetivo de orientar as mães sobre o aumento de infecções virais depois da entrada das crianças na escola. De acordo com a pediatra os pais não devem se preocupar porque é um elemento normal.

“É comum ocorrerem algumas infecções porque a criança novinha não tem noção de higiene e não desenvolveu uma forte imunidade ainda. Então de repente ela está em um ambiente novo com um aglomerado de crianças onde ela passa a ter contato frequente e isso pode acontecer”, ressaltou a pediatra.

Leia também:  Morre irmã Gema Domênica Fornazier em Rondonópolis

Foi repassado pela profissional, medidas de como prevenir essas doenças, como por exemplo, manter o cartão de vacinação em dia, consultas freqüentes e uma alimentação adequada.

A outra a palestra ministrada pela médica neuro pediatra Gisele Reck Claudino teve abordagem do tema “Desenvolvimento Neuropsicomotor Pré- Escolar”. Na ocasião a profissional explicou aos pais presentes a melhor forma de estimular aprendizagem nas crianças, fatores que contribuem positivamente, como: simplicidade, cuidado, música, contar histórias e brincadeiras interativas. E também alertou sobre o que afeta negativamente, como más experiências vividas, negligência dos pais ou responsáveis, excesso rigidez, rejeição materna e traumas precoces. A profissional lembrou também o papel dos pais, que é de estabelecer laços de apoio e afeto para reforçar a autoconfiança da criança.

Leia também:  Secretário nega documento que informa suspensão de voos por falta de combustível e segurança

“Esse encontro é feito há quatro anos na nossa Escola, a criança ainda é muito ligada ao ambiente familiar e precisa fazer a transição para o ambiente escolar. É uma maneira de acolhermos os pais em suas inseguranças e em seus medos. Nada melhor que uma pediatra e uma Neuropediatra, mães de alunos nossos, para tranquilizá-los. O resultado tem sido sempre muito positivo”, explicou a diretora da escola, Mara Zaher.

 

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.