A execução do Plano de Contingência é um dos fatores que contribuiu com o expressivo aumento nas notificações de casos de dengue em Rondonópolis, que ultrapassou mil registros.

Conforme dados divulgados pela Secretaria de Estado de Saúde (SES), entre os dias 1º de janeiro a 21 de fevereiro de 2013, o município registrou 1.109 notificações da doença, enquanto no mesmo período do ano anterior houveram apenas 94 notificações.

A coordenadora do Departamento de Saúde Coletiva da Secretaria Municipal de Saúde, Rosana Zucato, relatou que ao assumir o departamento constatou que o Plano de Contingência para conter a doença não existia ou não era executado, o que contribui com a enorme divergência de casos da doença no Sistema de Informação de Agravos de Notificação (Sinan).

Leia também:  Entidades se reúnem para discutir o comércio ilegal

Zucato frisou que a cobrança na atualização do sistema se tornou maior, pois por meio das notificações é possível neutralizar a ação dos mosquitos na região onde há registros da doença.

Outro ponto levantado pela coordenadora é que até janeiro deste ano havia apenas um laboratório de coleta de exames para diagnosticar a doença, o que acumulava o serviço e comprometia os dados. Este ano já existem cinco unidades.

Contudo Rosana observou que as medidas aplicadas já apresentam dados positivos, pois entre janeiro e fevereiro há uma redução de 56,19% nas notificações da doença, caindo de 480 casos em janeiro para 284 casos em fevereiro.

A coordenadora explicou que também  há uma má interpretação nos dados da SES, que considera todas as notificações sobre a doença, independente da confirmação, como por exemplo, no mês de janeiro foram notificados 821 casos da doença, mas apenas 480 foram confirmados.

Leia também:  BR-364 será interditada para detonação de rocha nesta sexta-feira (28)

Zucato argumento que um dos objetivos do departamento é que o combate a doença seja durante todo o ano e não apenas em períodos chuvosos, pois desta forma é possível ter um controle maior sobre a doença.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.