Um militar investigado por estupro da própria filha foi preso pela Polícia Judiciária Civil, em Primavera do Leste (231 km ao Sul), na semana passada. O pai de 32 anos, que mantinha relação sexual com a menina de 12, foi preso em cumprimento de mandado de prisão temporária (30 dias).
A vítima era abusada pelo pai desde os nove anos de idade. Segundo a menina, o pai dizia que “estava a ensinando a fazer sexo, para quando ela crescesse”. O agressor ainda manipulava a menina, dizendo que o sofrimento e a dor que ela sentia durante o ato sexual eram o mesmo que ele sentia quando ela desobedecia e tira notas baixas na escola.
Durante o período de férias na cidade de Lucas do Rio Verde (354 km ao Norte), a menor procurou a Polícia Civil e denunciou o pai. O depoimento foi encaminhado a Delegacia de Primavera do Leste, onde delegado da Divisão de Homicídios e Delitos Gerais, Rodrigo Azem Buchdid, representou pela prisão temporária do acusado.
O acusado, por ser policial militar, foi recolhido no Quartel da PM de Primavera do Leste. Ele vai responder pelo crime de estupro de vulnerável.
Advertisements
Leia também:  Menor é detido e um homem preso por tráfico de drogas no Residencial Buriti

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.