Manifestantes se reuniram na manhã desta segunda-feira (18) para pedir agilidade nas obras de travessia urbana da BR-364 /163, no perímetro urbano de Rondonópolis. O movimento aconteceu próximo às obras da ponte e reuniu líderes comunitários e muitos políticos da cidade.

No local foram colocadas faixas, cruzes e até um caixão que segundo os manifestantes eram para representar as pessoas que já perderam a vida nesse trecho. O presidente do Conselho Distrital da Região Salmen (Condisa), Ailton Pereira da Silva afirmou que essa demora está atrapalhando os comerciantes e os moradores da região.

“Os pais vivem preocupados porque os filhos precisam atravessar a rodovia e não tem um local seguro para isso. Mais de 15 pessoas já morreram nesse trecho por falta de segurança, essa situação tem que ser mudada. Precisamos da atenção dos políticos para desenrolar essas obras”, fala.

Leia também:  Servidores do Detran anunciam greve em todo o estado nesta segunda

O presidente do Comitê Pró Rodovias, Elmo Bertinetti, afirmou que vê esse tipo de manifestação com bons olhos, já que a população está reagindo em relação à demora de uma obra que ocorre há anos.

Vereadores como Thiago Muniz (PPS), Jailton do Pesque Pague (PDT), Roni Magnani (PP), o suplente de vereador Valdenir Pereira (PSB) e o suplente do senador Pedro Taques (PDT), José Medeiros (PPS) aproveitaram a ocasião para poder movimentar a manifestação e fizeram questão de fazer o uso da fala apoiando o movimento. Entre os participantes do manifesto, 80% eram ligados a política e na maioria perteciam ao grupo do pré-candidato ao governo, Pedro Taques (PDT).

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=AEt6jGgkepA[/youtube]

 

 

Leia também:  'Mutirão de Negociação Fiscal' é realizado em Rondonópolis
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.